Tecnologia do Blogger.
   Técnicas de memorização   


Aprenda a desenvolver melhor a memória
com as dicas desta postagem

 +      
    Planos de aula  


Aulas montadas prontas para serem utilizadas 
 +      
   YouTube  


Canal destaque da vez:  Engenharia Cotidiana. Inscreva-se.
 +  

Prêmio Nobel de Física 2005 e 2009

By | Seja o primeiro a comentar!









Prêmio Nobel de Física 2005








Roy J.  Glauber





 (Da universidade de Harvard nos EUA)








John L. Hall 


 (
Da Universidade de Boulder, Colorado nos EUA)














Theodor W. Hänsch


 (
Do Max-Planck Institut für Quantenoptik na Alemanha)




O Prêmio Nobel de Física 2005 foi dividido, uma metade atribuída a Roy J. Glauber "por sua contribuição para a teoria quântica da coerência óptica", a outra metade foi para John L. Hall e Theodor W. Hänsch "por suas contribuições para o desenvolvimento da espectroscopia de precisão baseado-laser, incluindo a freqüência do pente técnica de óptica”.










    O prêmio Nobel da Física de 2005 incidiu sobre a Óptica, premiando importantes contributos tanto teóricos como tecnológicos que ocorreram nos últimos 20 anos. Ao nível teórico, R. J. Glauber, de Harvard, consolidou a teoria quântica da luz a um nível que permitiu uma nova fase na evolução da Óptica Quântica. Ao nível tecnológico, o progresso devido a J. Hall (Universidade do Colorado e NIST1) e a T. Hänsch (Max-Planck Institute) no domínio da estabilidade dos lasers, deu origem a novas ferramentas para a geração e medição de freqüências ópticas, que permitiram avanços significativos na espectroscopia de alta resolução e em novas implementações de padrões metrológicos.











Comentário:


Os três físicos, que receberam  o Prêmio Nobel de Física de 2005 por seus trabalhos no campo da óptica, que permitiram a realização de medições extremamente exatas de tempo e distância. É importante ressaltar que os americanos Roy Glauber e John Hall e o alemão Theodor Hänsch  permitiram o desenvolvimento de um sistema que usa lasers para determinar freqüências com absoluta precisão.


Os três físicos explicaram a diferença entre a luz de velas e a dos raios a laser num leitor de CDs. Além disso, também explicaram por que a luz é capaz de medir o tempo de forma mais exata do que um relógio atômico.


Com certeza esse  prêmio foi merecido a esses grandes homens, que revolucionaram a Física.






























Prêmio Nobel de Física 2009







Charles Kao


Britânico e cidadão dos EUA. Nascido em 1933 em Xangai, na China.





George Smith


Cidadão dos EUA. Nascido em 1930 em White Plains, Nova Iorque, EUA.





Willard Boyle


Canadenses e cidadão dos EUA.
Nascido em 1924 em Amherst, NS, Canadá.











O Prêmio Nobel de Física 2009 foi dividida, uma metade concedido a Charles K. Kao "para realizações inovadoras relacionadas com a transmissão da luz em fibras para comunicação óptica", a outra metade foi para S. Willard Boyle e George E. Smith "para a invenção de um circuito semicondutor de imagens - o sensor CCD 







CCD ou Dispositivo de Carga Acoplada  É um sensor para captação de imagens formado por um circuito contendo uma matriz de capacitores ligados (acoplados). Sob o controle de um circuito externo, cada capacitor pode transferir sua carga elétrica para outro capacitor vizinho. Os CCDs são usados em fotografia digital, imagens de satélites, equipamentos médico-hospitalares (como por exemplo os endoscópios), e na astronomia (particularmente em fotometria, óptica e espectroscopia UV e técnicas de alta velocidade).A capacidade de resolução ou detalhe da imagem depende do número de células fotoelétricas do CCD. Expressa-se este número em pixels. Quanto maior o número de pixels, maior a resolução da imagem. Atualmente as câmeras fotográficas digitais incorporam CCDs com capacidades de até 160 milhões de pixels.



Comentário:



O CCD é o olho eletrônico da câmera digital. Ele revolucionou a fotografia, e a extração da imagem. O formato digital facilita o processamento e distribuição das imagens. A tecnologia CCD é também usada em muitas aplicações médicas, por exemplo, imagens do interior do corpo humano, tanto para diagnóstico e para a micro cirurgia.
A fotografia  digital tornou-se ferramenta insubstituível em muitos campos da investigação. O CCD tem proporcionado novas possibilidades para visualizar imagens inéditas. Estes cientistas nos proporcionaram imagens cristalinas e de ótima qualidade de lugares distantes do nosso universo com super telescópios, assim como nas mais profundas regiões dos oceanos.
















































Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Obrigada por comentar!